30.11.06

A Vicky no "Ralou-in" !

Te liga na praia Argentina!

Fim do paraíso do R$ 1,99

Tá certo, ninguém gosta de lojinha de R$ 1,99, menos eu! Eu adorei quando começou a febre, e ainda curto, não tenho vergonha!
Entro em várias lojas deste tipo e compro uma porção de tralhas que não servem pra nada ou estragam na primeira usada. Já comprei uma chave de fenda Philips (aquela com formato de estrela) e ao primeiro uso ela perdeu as abinhas que encaixam na fenda. O objeto se transformou em uma chave com ponta fina lisa. Legal, é show da transformação, tu compras uma coisa que tu precisas e ela se transforma em outra coisa que tu não precisas, ainda! Normal e no mínimo interessante. Sem falar em cenários e mais cenários, pra tevê ou teatro, que são compostos com as “coisicas” destas lojas. São um verdadeiro paraíso para o Diretor de Arte que tem montar uma casa de pobre. Já vi até cenários compostos por inúmeras peças do 1,99, tipo assim, 300 pratos de acrílico, 200 copos de alumínio, e por aí vai...
Mas o que motivou a escrever este texto foi um acontecimento esta semana numa loja de 1,99. Olhem a que ponto já chegamos, tinha dois potes com canetas Bic no balcão da loja, aparentemente iguais, em um potinho com canetas á R$ 1,00 e em outro com as mesmas canetas á R$ 1,99. Se elas eram iguais, é lógico que escolhi a mais barata. Detalhe, alertou a garota do caixa: Estas canetas de R$ 1,00, não escrevem! É muita cara-de-pau, já estão vendendo e avisando que está estragado, e não serve pra nada! E aí fica a pergunta: O que vocês fariam com uma caneta estragada? Acho que estão gozando com minha cara!

18.11.06

Placa do barbeiro de Portugal!

Te liga na Placa!

O outro lado das historinhas que a mamãe não nos contou!

PINÓQUIO

Pinóquio tinha uma namorada humana e, sempre que transavam, ela reclamava de umas farpas em seu pinto. Pinóquio resolveu pedir ajuda a Gepetto, que lhe sugeriu esfregar uma lixa, para aparar as arestas.Pinóquio saiu de lá achando que tinha a solução ideal. Algumas semanas depois, Gepetto viu Pinóquio andando todo feliz pela
cidade e perguntou:
- Como vai a namorada?
Resposta do Pinóquio:
- E quem precisa de namorada?.

CHAPEUZINHO VERMELHO

Chapeuzinho Vermelho andava pela floresta. De repente, o Lobo Mal saiu de trás de uma árvore, pulou com uma espada, colocou na garganta da Chapeuzinho Vermelho, e disse:
- Chapeuzinho, vou te arrancar os miolos!
Chapeuzinho Vermelho foi até sua cesta de pic-nic e calmamente retirou uma Magnum 44. Apontou pro Lobo Mau, dizendo:
-Não vai não! Você vai é me comer, exatamente como está no livro !

BRANCA DE NEVE

Branca de Neve viu Pinóquio andando pela Floresta, correu até ele, jogou-o ao chão e sentou na cara dele, gritando:
- Minta pra mim! Minta pra mim!

TARZAN

Certo dia a Jane encontrou o Tarzan na selva. Sentiu-se muito atraída por ele e, querendo saber sobre a sua vida, perguntou como ele se arranjava com sexo.
- O que é isso? - ele perguntou.
Ela explicou o que era sexo e ele disse:
- Ah, eu uso um buraco no tronco de uma árvore.
Horrorizada, ela retrucou:
-Tarzan, você faz tudo errado!
Vou lhe mostrar a forma correta.
Jane se despiu, deitou no chão e abriu bem as pernas e explicou:
- Aqui! Você precisa por aqui dentro.
Tarzan tirou a tanga, aproximou-se da Jane e deu-lhe um tremendo chute na virilha. Ela se contorceu toda de tanta dor. Mesmo assim, balbuciou:
- Por que diabos você fez isso?
- Só conferindo se não tem abelhas dentro. - disse Tarzan.

Atenção para os NOMES, começando pelo Papel higiênico direto.

Escolhendo entre os nomes dos quiosques!

Escolhendo o nome errado pra firma!

Dando nome aos bois

Eu estou querendo mudar de nome, definitivamente, chega. Existem vários nomes comuns, feitos para pessoas comuns, quero ser apenas mais um rostinho bonito na multidão. Pode ser um nome legal como: Roberto, Ricardo, Pedro, Simone, Ana, Carlos, Márcio, Rodrigo, etc... Chega de querer dizer alguma coisa na hora da escolha do nome do nenê. Até por que, não se deveria condenar uma criatura, a levar por toda uma vida, o peso de uma escolha de nossos pais, muitas vezes errada. Então resolvi traçar aqui, um breve perfil dos pais, destes pobres infelizes:


Nome que termine em “erson”, exemplo: Tipo Émerson, Éderson, Jefferson, Anderson, etc... Tá aí pais sem criatividade, que nomezinhos fuleiros! Mais comum impossível!


Nome Importado, exemplo: Jackson, Stefany, Michael, Tiffany, Robson... É claro, pai pobre... filho com nome estrangeiro! Ri-dí-cu-lo! Ainda por cima, querem ser chiques! Uma baita coisa de pobre. Já rotula a cria pensando em mandar pro exterior.

Nomes bregas, exemplo: Sandro(a), Rossana, Rosandra, Cassandra,... Vai ter pai brega assim, lá no inferno. Devem adorar o Reginaldo Rossi e a rádio Caiçara, em troca disso condenam os pobrezinhos com estes “jargões”.


Nomes femininos que terminem em “ete”, exemplo: Claudete, Janete, Bernardete, Marizete, Gorete,... Os pais, desde de o início, já pensavam em assepsia, botaram estes nomes em suas filhas para que tivessem sucesso na sua futura profissão barra limpa: Empregada doméstica, nome de “dosa”.


Nome Paraguaio, exemplo: Pablo, Anita, Ruan, Diego, Mercedes,... Está claro que são filhos de pais traficantes, sacoleiros, camelôs e assemelhados. Pessoal que tava acostumado a cruzar a Ponte da Amizade, sem nenhuma revista na aduana, agora tá “fú”!


Nome extremamente criativos, exemplo: Luz, Miúxa, Safira, Graciosa, Sol, Úrsula, Sansão, Guadalupe, Lua Morena, Mocita,...São filhos de pais que tomaram um ácido nos anos 70 e nunca mais voltaram, e bem nesta hora tiveram que premiar a prole com este Karma, para o resto de suas vidas.


Nome indígena, exemplo: Cauã, Anahy, Cauê, Ubiratã, Tauany,...Eram pais dos anos 90, adoradores do “Sting e do Cacique Raoní, que pra homenagear a Amazônia, condenavam seus pequenos “ranhentinhos”, com estes nomes que eram verdadeiros “programa de índio” pra toda vida.
Estou pensado em um nome bíblico, imponente, marcante, forte, que nunca ouvi dizer, que tem alguém com o este nome: Judas, imaginem se chamar : Judas da Silva Moraes! “Traíra”, eu senhor?
Mas enquanto isso, ainda resta uma solução, quem sabe um apelido bem bom, daqueles que ninguém mais lembre teu nome original? Não é mesmo “Gringo”?